Correr pode Deixar a Pessoa Mais Inteligente



  

Pesquisa revela que corrida pode aumentar a produção de neurônios.

Faz tempo que as pessoas acreditavam que exercícios físicos era somente para atletas, aliás, de uns temos para cá, tem aumentado cada vez mais o número de pessoas que praticam atividades físicas. Os especialistas recomendam a prática de exercícios para auxílio da manutenção da saúde. Uma vez que está mais que comprovado que a prática de exercícios melhora as condições de saúde de seus praticantes.

Mas a novidade recente é que estudos indicam que os benefícios dessas atividades não são sentidos somente pelo físico, mas também para o cérebro daqueles que praticam um determinado tipo de tipo de atividade física, a corrida.

A pesquisa realizada na Finlândia pela Universidade de Jyväskylä revela que o hábito de correr faz com que o número de neurônios do cérebro aumente em sua produção. Mas os resultados são claros, o surgimento de neurônios novos ocorre somente em pessoas que tem por hábito a corrida, não ocorrendo com praticantes de musculação, natação ou outras atividades.





O estudo se deu com ratos de laboratório em um processo em que eles foram dispostos em três grupos diferentes: um de corrida, um de levantamento de peso (em que os ratinhos são suspensos pela cauda agarrados a pequenos objetos que lhe despertaram interesse) e um último grupo de alta intensidade.

Depois de um determinado tempo que foram divididos nesses grupos, ao serem analisados concluiu-se que os roedores de um dos grupos apresentavam um aumento considerável de neurônios, diferentemente dos demais, em que não foram observadas essas alterações no cérebro. O grupo que teve a multiplicação de neurônios foi o primeiro, os que foram incentivados a correr.

Segundo os estudiosos, a multiplicação de neurônios não ocorreu nos outros grupos pelo fato de existir um estresse que comumente foi provocado nos roedores em razão dos esforços das atividades de alta intensidade e força, que levam a inibição do surgimento de neurônios novos. Uma vez que os que foram submetidos a corrida em esteiras de certa forma se libertaram do estresse, de forma que o cérebro se comportou de maneira mais favorável.

Ainda não se sabe em que proporção os neurônios aumentam, mas a pesquisa faz um indicativo positivo sobre os efeitos de atividades do tipo aeróbicas sobre a atividade cerebral e por isso os estudos de seus benefícios devem continuar.

Sirlene Montes



Post Comment