Novo Tênis da Puma se Amarra Sozinho



  

Modelo é parecido com tênis da Nike.

Após lançamento do tênis da Nike que se ajusta ao pé com um sistema eletrônico, a Puma também anuncia tênis que se “amarrará” sozinho. Segundo empresa, o tênis contará com um sistema acoplado a língua do tênis e os ajustes poderão ser feitos através de conexão bluetooth com o smartphone do usuário.

Dentre as diferenças entre o tênis da Nike e o da Puma está o local onde os cabos ajustáveis se encontram. No da Nike, o sistema está concentrado na sola do tênis, o que garante o firmamento no pé para práticas de exercícios que exigam bastante agilidade e mudança de direções. Já no modelo apresentado pela Puma, os cabos estão próximos à língua do tênis, um modelo que é mais próximo ao firmamento tradicional dos cadarços.

O tênis da Puma possui conexão bluetooth com o smartphone do usuário. Outro ponto que merce ser destacado é a possível recarga do sistema de ajuste sem necessidade de plugar em tomadas, ou seja, o tênis é carregado via conexão sem fio.





A Puma ainda não possui data específica para o lançamento do tênis. Duas coisas já se sabem, uma é que o modelo se chamará AutoDisk, a outra é que será mais caro do que os modelos tradicionais. Já o tênis que se amarra socinho da Nike será chamado de Hyper Adapt, o modelo poderá ser encontrado nas melhores lojas no início do mês de Dezembro.

O AutoDisk e o Hyper Adapt são exemplos de tênis que estão aliando os moldes da tecnologia com nossas vestimentas. Já está presente no mercado camisetas que respondem aos estímulos sonoros, relógios que controlam o número de passos, batimentos cardíacos e repassam relatórios para nossos smartphones e agora tênis que são ajustáveis remotamento com os dispositivos móveis.

A Nike e a Puma iniciam a escalada da tecnologia misturada com as roupas. Onde isso vai parar e quais os próximos passos ainda não sabemos. Calças adaptáveis ao nosso corpo? Camisetas que inibem o suor? Ou roupas que conseguem se adequar ao tempo do dia, mudar de cor, sentir estímulos externos? Não sabemos, no entanto, fica claro que a tecnologia abriu as portas para entrar no mercado de roupas.

Matheus Griebeler



Post Comment