Imposto de Renda 2018 – Programa para Declaração de Pessoa Física



  

Declarações devem ser feitas entre os dias 1º de março e 30 de abril de 2018.

Você que é brasileiro ou reside no Brasil e precisa fazer a declaração de Imposto de Renda, saiba que a Secretaria da Receita Federal disponibilizou na segunda-feira, dia 26 de fevereiro, o acesso para o programa responsável por fazer a declaração deste. A declaração tem como base o ano de 2017. Saiba agora todas as informações sobre esse procedimento e evite problemas com o Fisco brasileiro.

Quais grupos que devem declarar o Imposto de Renda de 2018

Como em todos os anos, a Receita Federal definiu alguns grupos de pessoas que devem realizar a declaração de Imposto de Renda. Para este ano, os indivíduos que devem realizar este procedimento são aqueles que se encaixam em uma das seguintes categorias:

– Pessoas que receberam mais de R$ 28.559,70 reais ao longo de 2017.

– Indivíduos que passaram a residir no Brasil no ano passado e se mantiveram no país, nestas condições, até a data de 31 de dezembro de 2017.

– Cidadãos que tinham em seu nome qualquer propriedade avaliada em mais de R$ 300.000,0 reais. Neste caso também, a pessoa também tinha que ser dona da posse até 31 de dezembro de 2017.

– Pessoas ligadas a serviços rurais e tiveram um rendimento superior a R$ 142.798,50 reais.

– Quem realizou movimentações em bolsas de valores ou outro tipo de ganhos em capitais.

– Cidadãos que tiveram recebimentos superiores a R$ 40.000,00 reais em rendimentos que não podiam ser tributáveis.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida em relação a um desses grupos citados acima, confira o site da Receita Federal: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2018.

Datas importantes sobre a declaração e a restituição

Como mencionado acima, a Receita Federal liberou na segunda-feira, dia 26 de fevereiro, o acesso ao programa. Entretanto, os contribuintes devem começar a integrar as declarações para o órgão a partir do dia 01 de março de 2018, quinta-feira. Todos os contribuintes têm até a data de 30 de abril para entregar o documento.




Outra informação importante é que as empresas precisam entregar aos seus funcionários as informações sobre os comprovantes de rendimento até a data de 28 de fevereiro de 2018. Para que os funcionários tenham o mesmo prazo que os demais contribuintes.

Segundo informações do Fisco brasileiro, as restituições devem ser pagas a partir do mês de junho e todos os pagamentos acontecem até dezembro, para quem estiver com tudo certo e sem nenhuma pendência com o Fisco.

Outro ponto importante é que os contribuintes que fizeram todo o procedimento correto e com antecedência referente ao IR vão ter prioridade ao receber as restituições. Já aquelas pessoas que realizaram o procedimento com o prazo expirado ou deixaram de realizá-lo vão ter uma multa superior a R$ 160,00 reais.

Procedimentos necessários para declarar o IR

Para facilitar a declaração do Imposto de Renda, a Receita Federal está disponibilizando duas plataformas para que as pessoas possam realizar essa operação.

A primeira é por meio de um sistema eletrônico que pode ser baixado através do site da Receita. Para realizar o download do programa, você pode acessar o link que foi disponibilizado acima no tópico “Quais grupos que devem declarar o Imposto de Renda de 2018”.

O programa vai estar disponível no quadro “IRPF 2018”, o sistema está grifado em amarelo em “Download do Programa”. Depois disso, o programa vai ser instalado em seu computador e você precisa informar todos os seus dados corretamente. O sistema é seguro e é uma boa opção para as pessoas que preferem fazer as próprias declarações.

A segunda opção é por meio de dispositivos móveis. Pessoas que possuem um tablet ou um smartphone podem acessar o mesmo link, no mesmo quadro. Só que você vai precisar clicar em “Dispositivos Móveis – Meu Imposto de Renda”. Por este acesso também você consegue fazer a declaração. Sem nenhum problema.

Já para aquelas pessoas que possuem mais dúvidas e estão mais receosas de realizar este procedimento, a dica é que procurem um contador para ajudar. Para outras informações acesse: http://idg.receita.fazenda.gov.br/. Boa sorte!

Isabela Castro.


Post Comment