Baleia Azul – Como Identificar e Denunciar o Jogo



  

Saiba aqui os principais sinais e como denunciar os jogadores do Baleia Azul.

Na internet tudo se viraliza de forma surpreendente e o que vem acontecendo em relação ao jogo “Baleia Azul” tem assustado e colocado em estado de alerta pais e educadores de todo o Brasil.

Se você é pai, mãe ou responsável por adolescentes acaba de chegar ao Brasil um jogo de desafios cujo maior objetivo é desafiar o participante a atitudes macabras, finalizando em tirar a própria vida.

Embora pareça loucura, dois casos de morte de adolescentes no Brasil já estão sendo investigados, sob suspeita de relação com o jogo “Baleia Azul”.

O jogo consiste numa sequência de 50 desafios, em que o participante deve enviar mensagens com fotografias das tarefas cumpridas, entre elas estão mutilações em mãos, braços e até no rosto, que incluem o desenho de uma baleia que deve ser feito por cortes no corpo, até o desafio final que é o suicídio.

Nesse sentido, para identificar se o adolescente está envolvido com esse perigo, algumas atitudes podem auxiliar. Veja algumas dicas que apontam o envolvimento com o jogo da “Baleia Azul”:

1º) Observe se o adolescente mudou o seu comportamento em casa, com a família. Como está sua interação em seu meio familiar? Se ele evita estar no meio da família envolvido em conversas, esse pode ser um sinal.

2º) Como um dos desafios é a mutilação de braços e mãos, quem participa geralmente, independente do calor que possa estar, está sempre com blusas de manga longa, que possam esconder os cortes. Além disso, para que não seja descoberto ele se mantem isolado.

3º) Outro fator que indica o envolvimento com o jogo está no fato de o adolescente estar sempre assistindo filmes de terror;





4º) Observe se as postagens em suas redes sociais possuem descrições como “Eu sou uma baleia” (I am whale);

5º) Verifique se em seus pertences, como cadernos e agendas há desenhos de baleias ou algo que faça referência a isso.

6º) Saídas também na madrugada e envolvimento em brigas também são sinais.

Se você identificar no Facebook alguma postagem que faça referência ao jogo, faça a denúncia. Abaixo da postagem clique no botão representado por “…” (reticências), escolha o motivo e clique em concluir.

Caso seja convidado no Whatsapp, clique na opção “Denunciar como Spam” e bloquei.

Por fim, se você constatar que alguém próximo está participando, ligue para a polícia no Disque Denúncia (181) ou acesse www.181.pr.gov.br.

Fique alerta aos sinais, converse com seus filhos.

Sirlene Montes



Post Comment